Lúpus Sistêmico - Veterinária e Tratamento

A veterinária avança a cada dia, diagnósticos e tratamentos mais sofisticados e precisos são a cada dia mais presentes na prática do tratamento e cura animal. Sem falar em todo o processo metafisico que antes se pensava envolver somente o ser humano e cada dia mais envolve seu companheiro animal.


Assim, exames precisos, inclusive detalhamento genético, se fazem com facilidade mesmo em clínicas e consultórios mais modestos.


Ainda assim, o Lúpus sistêmico ainda é um grande desafio clínico ao veterinário.

Chamado de o grande imitador, o lúpus sistêmico é uma doença auto imune de dificílimo diagnostico pelas técnicas da medicina convencional; sendo que mesmo o resultado negativo para a presença das células de lúpus não exclui seu diagnóstico.

As vezes somente o tratamento terapêutico a base de imunossupressores como os corticosteroides é o possível, em especial quando não se tem o apoio de outras terapias ditas complementares.


Primeiro partimos de um diagnóstico clínico. Animais com sinais de inflamações crônicas nos órgãos internos como hepatites, nefrites auto imunes. Depois animais com sinais inflamatórios externos como artrites que migram entre as articulações e lesões em mucosas em especial as mucosas orais. Na combinação de todos estes sinais clínicos nos levam a pensar, após o esgotamento dos exames laboratoriais e consequente esgotamento dos diagnósticos diferenciais, neste processo patológico complexo e de difícil cura.


Mas temos algumas possibilidades na terapia complementar que ajudam tanto no diagnóstico clínico como no tratamento.


Primeiro pela acupuntura, ao exame do pulso e da palpação teremos sinais de um processo patológico sistêmico e inflamatório – isso se consegue através do exame do pulso, línguas e palpação em especial de um ponto na parede do tórax que mostra um processo sistêmico de inflamação. Se aprende isso nos cursos de acupuntura veterinária.


Depois o tratamento. A acupuntura modula as reações inflamatórias orgânicas mantendo o animal saudável, geralmente sem a necessidade do uso de corticosteroides. O uso de fórmulas fitoterápicas chinesas ajuda no controle da inflamação sem causar os efeitos colaterais dos fármacos indicados.


A homeopatia com sua capacidade de equilibrar quanticamente o processo orgânico também ajuda em muito no tratamento e equilíbrio animal.


O mesmo com a cromoterapia e musicoterapia que através de sua frequência vibratória conduzem tutor e animal a um equilíbrio meio e organismo para atingir a cura. Lembrando que uma doença autoimune se refere a um processo energético onde o próprio organismo não aceita as suas energias e começa a reagir contra si mesmo, gerando todo um processo orgânico desencadeado pelo processo metafisico energético. Sua correção é essencial para o retorno do equilíbrio matéria energia. Se duvida estude a relação matéria energia proposta por Einstein: E= m. c2


O lúpus eritematoso sistêmico é um grande desafio no diagnóstico e tratamento, porem numa medicina completa e integral tudo se torna mais simples e passível de obtermos controle e saúde mesmo nos caos mais complexos.


(11) 5071-7146 - Geral
(11) 93088-5918 -cursos 
(11) 9731-19698 -Agendamento & ambulatório
(51) 9830-48361 - Agendamento e ambulatório rs
Segunda à Sexta-Feira 09:00 às 17:00
MatRiz:rua Pereira estefano 356(entrada pela rua alcatrazes - SP -sp
 
filial: rua dom pedro II, 967 -Bairro niterói - canoas - rs